Qualidade de vida pode ser uma realidade para os idosos

26, abril 2017

Qualidade de vida pode ser uma realidade para os idosos

Envelhecer é um processo pelo qual todos nós iremos passar e o quanto antes nos preocuparmos com o amanhã, melhores serão os frutos colhidos nesta caminhada. Já foi o tempo em que a nossa forma de encarar os idosos mudou e a busca pela qualidade de vida tem sido um combustível essencial para que eles se mantenham produtivos e ativos na sociedade.

Mas, afinal, como conquistar a tão desejada qualidade de vida na terceira idade? O segredo é se manter com uma postura sempre positiva, buscando pela independência social, financeira e principalmente, emocional. Para isso, é preciso estar sempre atento e tomar alguns cuidados.

Veja, a seguir, algumas das práticas que, o quanto antes forem colocadas em prática, garantem uma velhice saudável e feliz em todos os sentidos.

Como os idosos podem conquistar uma maior qualidade de vida?

O ideal é estar sempre atento à saúde, visitando médicos especialistas em idosos sempre que puder e outros relacionados às características de cada um. Indica-se que os idosos passem a acompanhar ainda mais de perto como o corpo está se acostumando com o passar dos anos, principalmente aqueles que sofrem de algumas doenças mais comuns e que podem se tornar graves se não tratadas, como no coração, o diabetes, o excesso de peso e diversas outras.

Tomar a medicação indicada pelo médico também é importante e de tempos em tempos, fazer uma revisão geral para verificar se há novas formas de tratar problemas ou resolver de uma vez por todas.

Manter-se ativo mentalmente é primordial e de extrema importância. Isso pode ocorrer através da leitura, da busca pelo aprendizado de novas experiências e conhecimentos. Descobrir interesses já durante o avanço da idade é essencial para que a mente se mantenha sã e a visão positiva da vida faça parte do cotidiano.

Nós, seres humanos, somos movidos a novidades e a busca de sensações, por isso, manter este tipo de comportamento pode garantir mais satisfação e qualidade de vida.

Ficar parado, assistindo TV no sofá, também não é indicado. Os idosos devem manter-se ativos, com atividades físicas de rotina, sempre respeitando as particularidades de cada um e as limitações. A caminhada, a dança, o Ioga, são alguns dos exemplos de atividades que podem e até devem, ser mantidas ou até iniciadas na terceira idade.

Outros exercícios considerados de baixo impacto, como a natação e hidroginástica, por exemplo, também são boas pedidas. A prática de exercícios físicos é aquele tipo de atividade que consegue reunir milhares de benefícios em um só, já que garante a saúde do corpo e da mente e ainda proporciona ao idoso a possibilidade de fazer parte de um grupo de pessoas com interesses em comum.

Por último, é preciso se manter socialmente ativo. Neste sentido, a presença da família é sempre um ponto à parte e que precisa fazer parte da vida dos idosos, mas assim como a de amigos, conhecidos e até pessoas novas no círculo de amizades. Quanto mais novidades e sensações diferentes o idoso inserir em seu cotidiano, melhor será para sua sensação com relação ao presente e ao futuro.

Relacionados

Entenda o custo x benefício de um residencial para idosos

Entenda o custo x benefício de um residencial para idosos

Quando somos crianças, necessitamos de cuidado, atenção e amor, mas chega um momento em que o cenário se modifica. Nós filhos, criados com desvelo e atenção, passamos a cuidar

Porquê confiar quem “Você” mais ama aos cuidados do Aconchego Residencial para Idosos

Porquê confiar quem “Você” mais ama aos cuidados do Aconchego Residencial para Idosos

    Sabemos que o envelhecimento populacional e a expectativa de vida vêm cada vez mais crescendo ao longo dos anos. Há estudos que mostram uma diminuição da taxa de mortalidade

Sons e sorrisos: a importância da musicoterapia para a saúde dos idosos

Sons e sorrisos: a importância da musicoterapia para a saúde dos idosos

Que o número de idosos não para de crescer no Brasil e no mundo, isso já não é novidade. Novas são as dúvidas que surgem, dia após dia, quanto