Conheça as 10 doenças comuns em idosos

15, março 2017

Conheça as 10 doenças comuns em idosos

Infelizmente com a idade chegam muitos problemas e doenças para os idosos e prezando pela transmissão da informação que possa auxiliar no trato dessas pessoas, neste artigo relacionamentos 10 doenças mais comuns a terceira idade para lhe ajudar a ficar de olho em possíveis sinais da idade. Veja:

1. Mal de Parkinson
Uma das principais doenças degenerativas que assolam a terceira idade, a Doença de Parkinson pode ser percebida através de sintomas como tremores, enrijecimento de articulações e músculos e lentidão. Após o diagnóstico, é possível tomar medicação que diminua os sintomas da doença garantindo uma maior qualidade de vida para o idoso.

2. Mal de Alzheimer
A doença do esquecimento, Alzheimer é a enfermidade que ataca e mata neurônios de modo gradual e progressivo, primeiro causando lapsos de memória e depois completo esquecimento até mesmo dos filhos e companheiros. O sintoma mais comum do aparecimento da Doença de Alzheimer é quando o idoso começa a se esquecer de lembranças relativamente novas.

3. AVC
Acidentes vasculares cerebrais também são mais comuns entre a população mais velha visto que o derrame cerebral, como é chamado, é causado graças à interrupção no transporte do fluxo de oxigênio para as células. Em muitos casos, os sinais são pouco evidentes, o que dificulta sua prevenção. Após sofrer um AVC é comum que o idoso fique mais convalescido.

4. Diabetes
Uma vida toda de doçuras pode acarretar na terceira idade uma doença chata que já atinge públicos mais novos também. A diabetes nada mais é do que os altos teores de açúcar no sangue que precisam ser controlados diariamente para uma maior qualidade de vida.

5. Hipertensão arterial
Esforço excessivo do coração em bombear sangue para as artérias, esta também não é uma doença exclusiva da terceira idade, porém se faz mais presente nela devido aos anos de acúmulo e descuidado.

6. Perda da audição
Apesar de não ser uma doença propriamente dita, a perda da audição, mesmo que parte dela, tende a dificultar o dia a dia do idoso. Não existe uma forma eficiente de prevenção a não ser, é claro, o cuidado ao longo da vida de não ficar excessivamente exposto a ruídos sonoros elevados.

7. Perda da visão e catarata
A idade também traz problemas para a visão. Entre eles, a catarata é o mais comum já que o olho humano possui uma lente natural que, com o passar dos anos, perde sua transparência podendo incomodar a pessoa. Existe cirurgia para curar a catarata e esta deve ser feita apenas se o idoso se sentir incomodado com sua visão habitual.

8. Osteoporose
Causa da queda e consequente morte ou invalidez de muitos idosos, a osteoporose é a doença que ataca os ossos, deixando-os mais fracos e suscetíveis a acidentes. Uma de suas causas é a deficiência do corpo em cálcio, algo que pode ser ingerido através de medicações prescritas por profissional.

9. Câncer de próstata
Modalidade de câncer que ataca exclusivamente aos homens, não sendo necessariamente os que pertencem ao grupo dos idosos, sua prevenção é através do exame do toque, indicado para o gênero masculino após os 40 anos de idade.

10. Câncer de mama
Modalidade de câncer que geralmente ataca as mulheres, também não sendo necessariamente as que pertencem ao grupo da terceira idade, a prevenção para esta doença é o cuidado diário em avaliar o aparecimento de caroços e nódulos nos seios além do exame periódico das mamas.

Relacionados

Entenda o custo x benefício de um residencial para idosos

Entenda o custo x benefício de um residencial para idosos

Quando somos crianças, necessitamos de cuidado, atenção e amor, mas chega um momento em que o cenário se modifica. Nós filhos, criados com desvelo e atenção, passamos a cuidar

Porquê confiar quem “Você” mais ama aos cuidados do Aconchego Residencial para Idosos

Porquê confiar quem “Você” mais ama aos cuidados do Aconchego Residencial para Idosos

    Sabemos que o envelhecimento populacional e a expectativa de vida vêm cada vez mais crescendo ao longo dos anos. Há estudos que mostram uma diminuição da taxa de mortalidade

Sons e sorrisos: a importância da musicoterapia para a saúde dos idosos

Sons e sorrisos: a importância da musicoterapia para a saúde dos idosos

Que o número de idosos não para de crescer no Brasil e no mundo, isso já não é novidade. Novas são as dúvidas que surgem, dia após dia, quanto