Esportes para idosos: a importância dos exercícios na terceira idade

26, abril 2016

Esportes para idosos: a importância dos exercícios na terceira idade

A prática de esportes é algo que traz inúmeros benefícios para a saúde se for incluída nas atividades diárias. O corpo trabalha melhor, há uma diminuição no risco de doenças e o pique para enfrentar o dia se torna maior.

Esse hábito é ainda mais importante para a terceira idade. Descubra, a seguir, a importância dos exercícios para terceira idade e quais são os melhores esportes para idosos.

Por que a prática de esportes para idosos é importante?

Quando o corpo chega a uma idade mais avançada, suas células vão se degenerando e ele vai perdendo parte das funções, inclusive motoras. Ao fazer esportes, por outro lado, parte desse processo é revertido. Há uma significativa melhora na circulação e na oxigenação das células e o corpo funciona de maneira mais equilibrada.

Além disso, na terceira idade ocorre uma perda de densidade óssea, que pode levar à osteoporose. A proteção aos ossos e a melhor absorção de cálcio é conquistada com a prática regular de esportes.

Problemas como obesidade, diabetes e hipertensão também passam a ser melhor controlados e os riscos de ocorrência de doenças cardiovasculares diminuem significativamente.  As doenças relacionadas às articulações e à mobilidade em geral podem ser contidas ou mesmo revertidas com esse hábito.

Para além dos benefícios físicos, os esportes para idosos têm, ainda, um efeito psicológico positivo. Como libera serotonina – um neurotransmissor responsável pela sensação de felicidade e bem estar – , o exercício físico ajuda a combater a depressão. Feitos em grupo, os esportes também ajudam a manter as habilidades sociais de pessoas de mais idade que normalmente são mais solitárias.

Quais são os melhores esportes para idosos?

Mesmo tendo benéficos, os exercícios na terceira idade precisam ser praticados com moderação e de maneira adaptada para a nova condição do corpo. Embora haja exceções, como de pessoas idosas que treinam tão pesado quanto pessoas mais novas, o recomendado é diminuir a intensidade e investir na qualidade.

A hidroginástica e a natação, por exemplo, são ótimas opções de esportes para a terceira idade. Como são feitos na água, diminuem os impactos que o corpo pode sofrer e também ajuda a prevenir lesões.

A caminhada, por sua vez, é uma atividade aeróbica que ajuda no condicionamento físico, enquanto a musculação é ótima para fortalecer os músculos se praticada com moderação.

Ioga e outras práticas de meditação ajudam o corpo e a mente a se manterem saudáveis nessa época da vida. Enquanto o golfe é uma prática divertida e que ajuda a movimentar e fortalecer todo o organismo.

Quais cuidados são necessários?

Por terem condições diferentes de pessoas mais jovens, é necessário que os idosos tomem alguns cuidados quando forem praticar esportes. Sempre perguntar ao médico antes de começar uma nova atividade, fazer exames físicos e contar com profissionais estão entre as recomendações mais importantes.

Também é preciso cuidar em dobro da hidratação, especialmente no verão, além de ser necessário adaptar movimentos para possíveis limitações físicas. O corpo não deve ser levado à fadiga e a intenção da prática deve ser o alcance de mais qualidade de vida.

E você, o que pensa sobre a inclusão de esportes para o cuidado com a saúde do idoso?

Relacionados

Entenda o custo x benefício de um residencial para idosos

Entenda o custo x benefício de um residencial para idosos

Quando somos crianças, necessitamos de cuidado, atenção e amor, mas chega um momento em que o cenário se modifica. Nós filhos, criados com desvelo e atenção, passamos a cuidar

Porquê confiar quem “Você” mais ama aos cuidados do Aconchego Residencial para Idosos

Porquê confiar quem “Você” mais ama aos cuidados do Aconchego Residencial para Idosos

    Sabemos que o envelhecimento populacional e a expectativa de vida vêm cada vez mais crescendo ao longo dos anos. Há estudos que mostram uma diminuição da taxa de mortalidade

Sons e sorrisos: a importância da musicoterapia para a saúde dos idosos

Sons e sorrisos: a importância da musicoterapia para a saúde dos idosos

Que o número de idosos não para de crescer no Brasil e no mundo, isso já não é novidade. Novas são as dúvidas que surgem, dia após dia, quanto